quarta-feira, 1 de março de 2017

Vida a Dois....




Podemos imaginar um mar de rosas ou quem sabe alguns espinhos no decorrer da jornada. Mas jamais podemos imaginar o tamanho das ondas que um mar de obstáculos possa nos alcançar quando estamos vivendo a dois. 
Vivendo a dois? 
Quando estamos vivendo a dois esse mar de obstáculos não chega a ser um problemas quando podemos contar um com o outro, mas o mar de obstáculos afetam quando mesmo a dois estamos na caminhada sozinho.
Estar sozinho nem sempre parece uma decisão que tomamos sozinha, mas no decorrer do tempo vemos que mesmo não sendo perfeito ou feito um para o outro deixamos de respeitar nossas diferenças.
Viver sob ameças ou quem sabe, viver em conflitos conjugais, debaixo de opressões daquele que um dia prometeu cuidar, amar e zelar pelas nossas vidas, e hoje prefere viver sozinho, porque diz que vive um inferno conjugal sem ao menos tenta entender o porque de tudo aquilo e olhar ao redor e dizer "opa tem alguma coisa errada por aqui, pois não é só no meu casamento que estou encontrando dificuldades e sim em todos os lugares que convivo".
Sim é hora de olharmos para nos mesmo e vermos que o problema não está nas pessoas que convivemos e sim em nós, é hora de avaliarmos todos os nossos conceitos e princípios e olharmos para dentro de nós e vermos o que precisa ser moldado ou quem sabe mudado. 
Pois vale sempre lembrar que o amor é como uma planta, se não for cuidado, regado e adubado ele morre.