sexta-feira, 11 de setembro de 2015

De me paciência Senhor





De me paciência Senhor, pois eu já nem sei quem eu sou.
De me paciência Senhor, porque tudo parece me irritar.
De me paciência Senhor, porque eu não quero pecar.
De me paciência Senhor, pois a dor insuportável estar.
Enquanto eu lamentava e a Ti clamava, eu sei que as provas cessando já estavam.
A paciência que a Ti implorava, elas a mim vieram de forma que não eu esperava.
E eu tentando argumentar, a Tua voz consegui ouvir, dizendo:" filho, não temas, pois a tua paciência testada está, isso só acalmará quando você dessa prova passar. Eu te provo para adiante aprovar, e sei que você conseguirá. Estou contigo não temas , te ajudarei até o fim".
E isso para mim foi o suficiente para o mar atravessar. Tu me deste a paciência e de presente ganhei a  mansidão. Obrigado meu Deus por te me dado a tão esperada "paciência".