quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Reflexão


Maria das flores


Vivia em um pequeno sitio uma senhora chamada Maria, bem conhecida por cultivar flores. Era distinta e amava o que fazia, com sorrisos sempre estampados no seu rosto, enfrentava todos os seus problemas com otimismo. Mulher batalhadora e mãe de cinco filhos, Maria não apresentava tristeza, mas tinha algo escondido em suas marcas de longos anos que ainda doía na alma.

Maria lembrava sempre de seu primeiro filho a qual nunca veio conhecer, em sua gestação perdeu quando ainda tinha cinco meses. Porém essa perda, fez com que Maria enfrentasse todas as tempestade que ocorreram anos  após anos em sua vida. Por mais que seus cinco filhos, trouxessem alegrias e fazia aquela dor ser amenizada, ela não poderia ser apagada. Maria não compreendia o propósito de Deus em sua vida, mas sabia que confiar em Deus era o melhor caminho e assim fez enquanto vivia.

Hoje ela não tem que se queixar e mesmo trazendo as lembranças á memoria, seu caminho foi traçado da melhor forma possível. Seu sofrimento, foi para amadurecimento e ela sabe que toda joia rara precisa ser lapidada, e que toda ostra para produzir a  pérola tem que ser machucada. Seus caminho não foram somente flores, mas ela fez que sua vida produzisse somente flores por onde ela fosse. Não importa onde vá, faça cultivo de flores, espalhe o perfume delas, a alegria do Senhor é a nossa força.

EFPS